A justiça não se faz sem punição e ressarcimento PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Diversos

Por Grupo Guararapes

Diariamente, estamos sendo bombardeados com notícias de crimes violentos, contra a vida, contra o povo, e o que mais vemos são os familiares das vítimas, diante de corpos sem vida, clamarem por justiça enquanto os políticos, diante dos crimes de corrupção, dizerem que farão justiça, através de CPIs infindáveis e Inquéritos que nem chegam aos tribunais.

O GRUPO GUARARAPES GRITA: PUNIÇÃO PARA OS CRIMINOSOS, JÁ!

Que Justiça é essa, que solta os criminosos violentos e condenados, para que voltem a praticar novos crimes, através de ‘progressões de pena’ e indultos sem justificativa?

Que Justiça é essa, que permite visitas íntimas e regalias para indivíduos que deveriam ser privados do convívio social, como traficantes e líderes de facções criminosas e, assim, eles possam comandar seus comparsas de dentro das cadeias para aterrorizarem o povo indefeso?

Que Justiça é essa, que paga “auxílio - reclusão” aos familiares dos criminosos, enquanto os das vítimas morrem à míngua com pensões muitas vezes de valor abaixo ao do salário mínimo e com certeza menor do que o concedido aos familiares dos criminosos?

Que Justiça é essa, que superlota as delegacias e presídios pela sua morosidade, no correr dos processos, causada não apenas por um sistema arcaico, mas, também, por magistrados que param de trabalhar por recessos que nenhum outro trabalhador possui, e não justificados exatamente por essa quantidade de processos encalhados?

Que Justiça é essa, que em nome de “direitos humanos” – que só ela vê – proíbe trabalhos forçados aos presos, de modo que eles paguem à sociedade o que dela lesaram e, ainda, os levam ao ócio e aos vícios, nas cadeias e presídios, elevando o custo em mantê-los?

Que Justiça é essa, que em nome desses mesmos “direitos humanos”, proíbe o Estado de recolher crianças viciadas, nas ruas, e levá-las a abrigos de menores para reeducá-las?

Que Justiça é essa, que permite ao criminoso pego em flagrante, esconder o rosto, mas, a vítima é exposta e humilhada diante deles?

Que justiça é essa, que considera menor um homem de 16 anos capaz de matar e estuprar, a sangue frio, e nem ao menos ser fichado na polícia, a qual fica se desgastando em prender para logo depois ver soltos esses criminosos, que costumam ser os mais violentos?

Que Justiça é essa, que permite recursos sem fim para os poderosos e encastelados no poder, por crimes de corrupção – cuja consequência é a morte de milhares de inocentes – por falta ou desvio de verbas que deveriam ir para os hospitais, a fim de aparelhá-los e para pagar, dignamente, aos médicos do SUS e ainda condena os jovens a uma educação humilhante, por não mobiliar as salas de aula e pagar ao Professor um salário miserável?

Que Justiça é essa que, quando um magistrado comete os piores delitos, o máximo que lhe acontece, é ser afastado da função, mas, continua a receber seus polpudos salários?

Que Justiça é essa, que proíbe a polícia de usar algemas contra ladrões do dinheiro do povo?

Por isso O GRUPO GUARARAPES vai gritar: JUSTIÇA NÃO EXISTE SEM PUNIÇÃO ADEQUADA RIGOROSA E RESSARCIMENTO DAS VÍTIMAS, até que resolvam refazer todos os Códigos que protegem os criminosos e condenam a sociedade a uma clausura em suas residências, pelo medo de andar nas ruas, e que proíbe o cidadão de bem defender, até mesmo, sua vida, a de seus familiares e o seu patrimônio.

POR AMOR DE DEUS! PUNIÇÃO PARA OS CRIMINOSOS, JÁ!

TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI. AGENTE PÚBLICO QUE ROUBA DINHEIRO DO ESTADO É IGUAL A QUEM ROUBA UM SACO DE FARINHA.

É A CONSTITUIÇÃO.

JUSTIÇA E PUNIÇÃO ADEQUADA E RIGOROSA PARA TODOS OS TIPOS DE CRIMINOSOS

 

Registre-se para poder enviar comentários

Free premium joomla themes designed by Lonex.