História
Exaltação à pátria brasileira PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 
História

Por Manoel Soriano Neto

Para bem exaltarmos a Independência da Pátria, ocorrida em 7 de setembro de 1822, mister se faz, preliminarmente, que façamos uma histórica e longa visada-à-ré, a fim de bem entendê-la.

 
Aspectos humanos do Duque de Caxias PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
História

Por Manoel Soriano Neto*

1.Considerações Iniciais

Muito já se disse a respeito do Duque de Caxias. Entretanto, traços humanos personalíssimos e aspectos singulares da edificante existência do ínclito Soldado merecem ser rememorados. Assim, apresentaremos alguns registros, dignos de nota, relativos ao Homem - Caxias; à sua audácia nos campos de batalha; ao resgate de sua memória e às principais homenagens que lhe foram tributadas.Tal é o objetivo dessas despretensiosas achegas, alinhavadas em apertada e incompleta síntese.

 
Obrigado meu Exército PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
História

A Diretoria do Conselho Nacional de Oficiais R/2 do Brasil esteve reunida na Capital Federal. O Sistema CNOR, formado por vinte Associações Regionais, foi recebido pelo Comando do Exército e, ao longo de três dias, desenvolveu uma intensa programação onde, além de quatorze horas de trabalho interno, foram realizadas visitas ao Quartel-General do Exército e ao Ministério da Defesa. A nossa comitiva era composta pelo Presidente do CNOR, dezesseis Presidentes de Regionais, nove Diretores e Chefes de Departamentos e, na condição de observadores, onze oficiais da reserva de várias origens, totalizando um efetivo de trinta e sete participantes.

 
Rússia, a cozinha do inferno PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 11
PiorMelhor 
História

Pequeno resumo de uma grande história que a maioria desconhece...

Do texto original de "Pequena História da Rússia"

Ernesto Ribeiro

(Adaptação de Francisco Vianna)

A galera na Rússia já tá fazendo um bolão de apostas pra ver quem será a próxima vítima do serial killer Vladimir Putin (vulgo "Vlad, o Envenenador"). Ainda mais depois que a polícia encontrou radiação num hotel e até num estádio de Londres, com mais de sete pessoas afetadas e a notícia de que outra testemunha que ia depor junto aos investigadores russos e ingleses entrou em coma.

 
Nós, do Exército Brasileiro! PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
História

Por Gen Paulo Chagas

Fomos nós, do Exército Brasileiro, que lutamos nos Guararapes contra o invasor holandês, justificados e motivados pelo sentimento de pátria que o amálgama de raças e o amor à terra fazia surgir.

Fomos nós que asseguramos a Independência, que lutamos na Cisplatina e que defendemos a honra, os interesses, a soberania e o patrimônio da Pátria nas guerras e conflitos internos que abalaram, ameaçaram e fixaram nossas fronteiras e asseguraram a unidade nacional.

 
Academia Militar das Agulhas Negras PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
História

O Marechal José Pessôa Cavalcante de Albuquerque

No agitado ano de 1930, José Pessoa comanda o 3o. Regimento de Infantaria, na Praia Vermelha.

Em julho é assassinado João Pessoa, seu irmão, presidente da Paraíba e candidato a vice-presidente da República, com Getúlio Vargas, na chapa da Aliança Liberal. É o estopim da revolução. José Pessoa dela participa. Aproveitando a experiência adquirida na Faculdade de Direito de São Paulo, substituiu a guarnição do 3º RI por civis que treinara militarmente.

 
Segredos do Exército são revelados por um oficial PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 27
PiorMelhor 
História

O texto abaixo é um depoimento histórico importante, escrito pelo general Durval Andrade Nery.

Aos poucos, os militares estão criando coragem e escrevendo suas memórias, desmistificando os terroristas de ontem que hoje se apresentam como cândidos anjinhos que queriam defender a democracia - vale dizer a "democracia" cubana. Na verdade, esses facínoras que defendem a Peste Vermelha não passam de autênticas vestais grávidas.

Atenciosamente,

Félix Maier

A verdade sobre o que os terroristas fizeram no passado e que hoje se vangloriam de terem sido perseguidos pela Revolução, recebendo polpuldas indenizações do Estado, que quem paga é você.

 
Relação de Vítimas PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
História

Sr. RicardoNoblat,

"O Globo" - Rio de Janeiro

Você hoje publicou em sua coluna os nomes dos 362 mortos e desaparecidos durante a luta armada que teve início com o atentado no Aeroporto dos Guararapes em 1966, que matou duas pessoas e feriu 17. Então, ainda não havia AI-5. Você deveria publicar também que o terrorismo teve início em 1961, ainda no governo Jânio Quadros, quando o primeiro grupo de terroristas foi enviado à China para receber treinamento de guerrilhas.

 
Os gigolôs da memória PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 7
PiorMelhor 
História

Por Marco Antonio Villa

A lembrança dos 50 anos da queda de João Goulart ocupou amplo espaço na imprensa. Nenhum outro acontecimento da história do Brasil foi tão debatido meio século depois do ocorrido. Para um otimista, isto poderia representar um bom sinal. Afinal, o nosso país tem uma estranha característica de esquecer o que ocorreu ontem. Porém, a reflexão e o debate sobre 1964 e o regime militar acabaram sendo dominados justamente por aqueles que conduziram o país à crise da república populista e que negaram os valores democráticos nos anos 1960-1970.

 
Exército Brasileiro: parabéns PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
História

Por Sérgio Pinto Monteiro*

No dia 15 de fevereiro de 1630 o nordeste brasileiro começava a viver o pesadelo da invasão dos holandeses da Companhia das Índias Ocidentais. Naquele dia, a cidade de Recife acordou sob o bombardeio da esquadra do Almirante Hendrick Loncq, formada por 50 navios e 7.000 homens.

Era a segunda tentativa dos batavos de se apossar do território brasileiro. Seis anos antes, em 8 de maio de 1624, atacaram e ocuparam Salvador. A reação luso-brasileira, apoiada pela população, não se fez esperar. Militarmente inferiorizadas, nossas forças reagiram com uma intensa guerra de emboscadas. A metrópole portuguesa, com o apoio da Espanha, mandou ao Brasil uma poderosa esquadra de 52 navios e 12.000 homens, entre soldados e marinheiros portugueses e espanhóis, que expulsou os holandeses em 30 de abril de 1625, menos de um ano após início da ocupação.

 
Cartinha aos alunos de uma escola da Bahia PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
História

Queridos alunos do Colégio Estadual Presidente Emílio Garrastazu Médici, situado Conjunto Habitacional do Stiep, quadra 1, número 291, em Salvador.

Eu moro tão distante de vocês, mas por conta do Ministério da Justiça, que me mandou um convite, fiquei sabendo da cerimônia de troca do nome de sua escola. Desculpem eu não poder comparecer.

 
«InícioAnterior123456PróximoFim»

Página 2 de 6
Free premium joomla themes designed by Lonex.