Últimos artigos arquivados
O CRIME JÁ FOI PRATICADO PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Carlos Chagas, 01 Jan 2016

A presidente Dilma completou ontem o repasse de 72,5 bilhões de reais para o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e outros bancos públicos, dinheiro que havia retirado de seus cofres para equilibrar as contas do governo. Assim, Madame livrou-se das acusações de haver apelado para recursos ilegítimos que a lei proibia, imaginando escapar do processo de impeachment aberto contra ela no Congresso.

 
NO PT, DO INSTITUTO LULA À DIREÇÃO, O DESÂNIMO CRESCE PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Opinião

Por Vinicius Torres Freire

Michel Temer despacha todos os dias no escritório do impeachment. No momento, a prioridade é ter maioria no PMDB, uns dois terços, por aí, equivalente à quantidade de votos bastante para abrir o processo de deposição de Dilma Rousseff na Câmara. Dado o exemplo dentro de casa, fica mais fácil conquistar partidos amigos da onça do governo, essa coisa que Brasília chama pelo nome cafona de "base aliada" (coalizão).

 
O SILÊNCIO DE DILMA PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Percival Puggina. Artigo publicado em 31.12.2015

Já fizemos desastrosas experiências com líderes carismáticos. Fomos do empresário bem acabado e milionário Collor ao operário mal acabado e pobretão Lula. Hoje não se sabe qual o mais abastado. Exceto pelos dois beneficiários, foi tudo em vão porque líderes carismáticos são causa de instabilidade e insegurança política. Embora tantos preguem diferente, a política pode passar muito bem sem pessoas assim. Ela precisa é de líderes capazes de conduzir competentemente o barco nacional. Nós temos Dilma Rousseff.

 
A implacável balança da razão PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Opinião

Por Carlos Alberto Da Cás*

O homem na sua longa marcha da insensatez, às vezes, prefere caminhar em vales com densa neblina. Nessas paragens então surgem líderes com os pés de barros, com suas utopias, para seduzir o povo incauto para atalhos perigosos. Mas, o tempo é o senhor da razão. Luzes aparecem no distante horizonte para motivar a retomada do rumo certo. Assim caminha a grande marcha da evolução da humanidade.

 
"The Economist" estampa Dilma de cabeça baixa e alerta para "desastre" no Brasil em 2016 PDF Imprimir E-mail
Notícias

Reprodução: Internet/The Economist.comPrimeira capa de 2016 traz manchete destacando um "ano desastroso" para o Brasil

Pela terceira vez neste ano, a tradicional e por vezes polêmica revista britânica "The Economist" escolheu o Brasil e a crise na economia como alvo para estampar sua matéria principal, com direito a primeira capa de 2016 de forma dura: com a presidente Dilma Rousseff de cabeça baixa e a manchete destacando um "ano desastroso" para o Brasil em 2016. O título é direto e seco, "Brazil's fall" (Queda do Brasil, em tradução direta).

 
A ERA PT PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 4
PiorMelhor 
Esclarecimentos

Por João Alves, em 01 Nov 2014

O pobre não entrava na faculdade. O que o PT fez? Investiu na educação? Não, tornou a prova mais fácil.

Mesmo assim, os negros continuaram a não conseguir entrar na faculdade. O que o PT fez? Melhorou a qualidade do ensino médio? Não, destinou 30% das vagas nas universidades públicas aos negros que entram sem fazer as provas.

 
STF EM SUSPEIÇÃO PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Opinião

"Contribuir para a defesa da Democracia e da Liberdade, traduzindo um País com projeção de Poder e soberano, deve ser o nosso Norte." Por General Marco Antonio Felico da Silva

Não é de hoje e sem qualquer pudor que o STF vem sendo aparelhado pelos governos do PT, principalmente, tendo em vista a blindagem de Lula e da atual presidente em face da possível evolução da investigação do Petrolão atingí-los como criminosos em verdadeiro mar de lama que envergonha o País.

 
Lei Rouanet x verbas para educação, ciência e pesquisas: adivinhem quem sai ganhando? PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 8
PiorMelhor 
Diversos

Por Vasco Costa

A chamada Lei Rouanet foi criada em 1991, no governo Collor, e existe pois há 24 anos. Mais da metade da existência dessa lei controvertida passou-se até agora sob governos petistas.

Em fevereiro deste ano, Juca Ferreira, novamente no comando do Ministério da Cultura (MinC), que dirigiu de 2008 a 2010, desancou a Lei Rouanet, que ele chamou de um projeto "absolutamente neo-liberal". O espantoso é a demora desse sociólogo baiano para chegar à conclusão de que esse projeto não presta, por ser "neo-liberal". Foi secretário-executivo do MinC durante 5,5 anos (gestão Gilberto Gil) e não viu nada disso. Ficou 2 anos como titular do MinC e não viu nada disso. É membro de destaque da inteligentzia petista desde fevereiro de 2012 e não manifestou nenhum repúdio, nem fez nada contra a Lei Rouanet -- a inércia intelectual e administrativa de Juca Ferreira é espantosa, principalmente para quem se formou na famosa Sorbonne, na França. É mais um mistério da esquerda brasileira.

 
RÚSSIA, OCIDENTE E APOLOGIA DA DESONRA PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Reinaldo Azevedo, em 18 Ago 2008

"ENTRE A DESONRA E A GUERRA, ELES ESCOLHERAM A DESONRA E TERÃO A GUERRA"

Já citei aqui, há muito tempo, um trecho, na tradução brasileira, de O Homem Sem Qualidades, de Robert Musil. Ele tenta identificar quando estamos diante de uma nova era: "Algo imponderável. Um presságio. Uma ilusão. Como quando um ímã larga a limalha, e esta se mistura toda outra vez. Como quando fios de novelos se desmancham. Quando um cortejo se dispersa. Quando uma orquestra começa a desafinar. (...) Idéias que antes possuíam um magro valor engordavam. Pessoas antigamente ignoradas tornavam-se famosas. O grosseiro se suaviza. (...) havia apenas um pouco de ruindade demais misturada ao que era bom, engano demais na verdade, flexibilidade demais nos significados (...)"

 
O NATAL DESESPERADO PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Arnaldo Jabor, OGlobo em 22 Dez 2015

O Natal perdeu a delicadeza antiga. Não temos mais chaminés nem ceias transcendentais. Hoje, Papai Noel vem com as renas de um Polo Norte que está derretendo pelo efeito estufa. Hoje, no presépio de Belém, perto da manjedoura do menino Jesus, explodem homens-bomba berrando: "Feliz Natal, cães infiéis"!. Estranho destino da humanidade: a morte no mesmo lugar no nascimento, o fim da civilização na mesma região onde começou.

 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

Página 4 de 112
Free premium joomla themes designed by Lonex.