Últimos artigos arquivados
A ESTABILIDADE DA SAFADEZA NO REINO DA SEM-VERGONHICE PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Opinião

Por Aileda de Mattos Oliveira, em 03 Jan 2016

Uniram-se as vozes de políticos e jornalistas na conversa fiada sobre a estabilidade do país. Munição sem renovação no arsenal da hipocrisia. No rastro, os desavisados que ligam 'instabilidade' só à luta armada, e os maneirosos que olham por cima da ruína do Estado com a condescendência de quem defende a soberana manutenção do cargo.

 
As 7 características essenciais de um empreendedor PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Utilidades

Por Cassio Spina, em 17 Dez 2015

O que faz um investidor anjo se interessar por um negócio? Quais diferenciais são procurados nas startups?

Essas são algumas das perguntas que afligem os empreendedores em busca de investimento. Mas você já se perguntou que o perfil do empreendedor pode ser um fator decisivo?

 
Vitória em Roraima, mas perseguição a ruralistas continua PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Amazônia

Por Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, em 01 Jan 2016

O Estado de Roraima ainda padecia da tragédia da demarcação do Território IndígenaRaposa/Serra do Sol – em decorrência da qual mais de 300 famílias, além de uma dezena de arrozeiros, responsáveis por 8% do PIB estadual, foram cruelmente enxotados de suas casas pela força policial da União –, quando uma nova perseguição começou a se abater sobre pioneiros ruralistas em outra região. Tratava-se desta feita de expulsar da Serra da Lua os seus habitantes tradicionais, para dar lugar ao Parque Nacional do Lavrado.

 
A Revolução Cultural do PT PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Marco Antonio Villa*

Revolução Industrial não é citada uma vez sequer, assim como a Revolução Francesa ou as revoluções inglesas do século XVII

O Ministério da Educação está preparando uma Revolução Cultural que transformará Mao Tsé-Tung em um moderado pedagogo, quase um "reacionário burguês." Sob o disfarce de "consulta pública", pretende até junho "aprovar" uma radical mudança nos currículos dos ensinos fundamental e médio — antigos primeiro e segundo graus. Nem a União Soviética teve coragem de fazer uma mudança tão drástica como a "Base Nacional Comum Curricular."

 
O CRIME JÁ FOI PRATICADO PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Carlos Chagas, 01 Jan 2016

A presidente Dilma completou ontem o repasse de 72,5 bilhões de reais para o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e outros bancos públicos, dinheiro que havia retirado de seus cofres para equilibrar as contas do governo. Assim, Madame livrou-se das acusações de haver apelado para recursos ilegítimos que a lei proibia, imaginando escapar do processo de impeachment aberto contra ela no Congresso.

 
NO PT, DO INSTITUTO LULA À DIREÇÃO, O DESÂNIMO CRESCE PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Opinião

Por Vinicius Torres Freire

Michel Temer despacha todos os dias no escritório do impeachment. No momento, a prioridade é ter maioria no PMDB, uns dois terços, por aí, equivalente à quantidade de votos bastante para abrir o processo de deposição de Dilma Rousseff na Câmara. Dado o exemplo dentro de casa, fica mais fácil conquistar partidos amigos da onça do governo, essa coisa que Brasília chama pelo nome cafona de "base aliada" (coalizão).

 
O SILÊNCIO DE DILMA PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Percival Puggina. Artigo publicado em 31.12.2015

Já fizemos desastrosas experiências com líderes carismáticos. Fomos do empresário bem acabado e milionário Collor ao operário mal acabado e pobretão Lula. Hoje não se sabe qual o mais abastado. Exceto pelos dois beneficiários, foi tudo em vão porque líderes carismáticos são causa de instabilidade e insegurança política. Embora tantos preguem diferente, a política pode passar muito bem sem pessoas assim. Ela precisa é de líderes capazes de conduzir competentemente o barco nacional. Nós temos Dilma Rousseff.

 
A implacável balança da razão PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Opinião

Por Carlos Alberto Da Cás*

O homem na sua longa marcha da insensatez, às vezes, prefere caminhar em vales com densa neblina. Nessas paragens então surgem líderes com os pés de barros, com suas utopias, para seduzir o povo incauto para atalhos perigosos. Mas, o tempo é o senhor da razão. Luzes aparecem no distante horizonte para motivar a retomada do rumo certo. Assim caminha a grande marcha da evolução da humanidade.

 
"The Economist" estampa Dilma de cabeça baixa e alerta para "desastre" no Brasil em 2016 PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Notícias

Reprodução: Internet/The Economist.comPrimeira capa de 2016 traz manchete destacando um "ano desastroso" para o Brasil

Pela terceira vez neste ano, a tradicional e por vezes polêmica revista britânica "The Economist" escolheu o Brasil e a crise na economia como alvo para estampar sua matéria principal, com direito a primeira capa de 2016 de forma dura: com a presidente Dilma Rousseff de cabeça baixa e a manchete destacando um "ano desastroso" para o Brasil em 2016. O título é direto e seco, "Brazil's fall" (Queda do Brasil, em tradução direta).

 
A ERA PT PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 
Esclarecimentos

Por João Alves, em 01 Nov 2014

O pobre não entrava na faculdade. O que o PT fez? Investiu na educação? Não, tornou a prova mais fácil.

Mesmo assim, os negros continuaram a não conseguir entrar na faculdade. O que o PT fez? Melhorou a qualidade do ensino médio? Não, destinou 30% das vagas nas universidades públicas aos negros que entram sem fazer as provas.

 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

Página 4 de 113
Free premium joomla themes designed by Lonex.