Últimos artigos arquivados
No reino do faz de conta PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por FERREIRA GULLAR, em 13 Dez 2015

A aceitação, pelo presidente da Câmara dos Deputados, do pedido de impeachment de Dilma Rousseff veio agravar a situação caótica em que já se encontrava o governo federal.

Em face disso, o PT, Lula, Dilma e seus aliados voltaram a falar de golpe, muito embora o impedimento do presidente da República seja um dispositivo da Constituição brasileira. Não se trata, portanto, de golpe.

 
A libertação está nos fatos PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por FERNÃO LARA MESQUITA, em 24 Out 2015

Poucas vezes terá havido situação semelhante à deste nosso banquete de horrores no qual 90% dos comensais declaram-se com nojo da comida que lhes tem sido servida, mas são obrigados a continuar a tragá-la simplesmente porque não sabem pedir outro prato.

 
Sou um subversivo PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Esclarecimentos

Por VALMIR PONTES FILHO, em 13 Dez 2015

Acusam-me de ser "golpista", como se eu estivesse a pegar em armas para derrubar um governo legítimo, sério, incorruptível e íntegro. Já me disseram, na internet, "Xô, Golpista", o que me fez pensar ser um galináceo da pior espécie.

 
Enfim, raios de sol da democracia na América Latina PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Opinião

Por Carlos Alberto Da Cás*

Há uma tendência de achar que o curso da vida é o que visamos. A flecha enquanto tensa no arco nos dá a confiança de que atingirá o seu destino. Mas, à frente do firme olhar do arqueiro, há algumas ardilosas variáveis, como o vento traiçoeiro ou a astúcia da presa. O perceptível, às vezes, é invisível, ou seja, nem sempre é aquilo que parece ser. Diante desse dilema, no intento de tomar atraentes atalhos, ás vezes se busca a incauta capa totalitária. Depois, diante do inusitado, vem a fuga com suas vertentes, como a cômoda justificativa, o bode expiatório, ou a reação a qualquer preço. Neste caso, países como a Venezuela sofrem diante de falsos líderes com os seus pés de barro. Lá, diante de seu desgoverno, o Maduro insiste em culpar algo e aí sobra para o pretenso vilão do Norte, os EUA. Aqui no Brasil e na Argentina o populismo também turvou a visão do arqueiro. Hoje vivemos tempos de inquietação e indispensável mudança. A Argentina já saiu na frente.

 
MEC – O ASSALTO FINAL ÀS MENTES PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Opinião

Por Percival Puggina, em 29 Nov 2015

Será impossível no espaço deste texto escrutinar o subproduto do Plano Nacional de Educação que atende pelo nome de Base Nacional Comum Curricular (BNCC). É o que poderíamos chamar de veneno diluído em abundantes doses curriculares. Ninguém morre intelectualmente com uma pitada, mas depois de uma dúzia de anos não sobra neurônio com autonomia. O objetivo final do petismo na Educação e na Cultura é tornar-se hegemônico. No meio, fica tudo: da música ao teatro, da internet à sala de redação, do seminário religioso à reserva indígena, do sistema bancário à barraquinha da praia, dos corações às mentes.

 
É a hora da sociedade civil PDF Imprimir E-mail
Opinião

Por Miguel Reale Júnior, em 05 Dez 2015

O Estado Democrático de Direito está gravemente ferido. É necessário reconstruir a democracia, da qual um dos alicerces consiste na confiança da população nos agentes políticos que elege. Hoje, justificadamente, essa confiança inexiste no Brasil.

 
O que significa a vitória da oposição na Venezuela? PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Esclarecimentos

POR DIOGO BERCITO, em 07 Dez 2015

Henrique Capriles, governador de Miranda e líder oposicionista. Crédito Fernando Llano - 28.nov.2015/AP

O líder oposicionista Henrique Capriles. Crédito Fernando Llano – 28.nov.2015/AP

A oposição venezuelana conquistou a maioria da Assembleia Nacional na eleição parlamentar de domingo (6), informa o correspondente da FolhaSamy Adghirni. A vitória reequilibra as forças no país depois de 16 anos de hegemonia chavista.

Mas... Calma, uma coisa de cada vez. Se perdeu no meio do caminho? EsteMundialíssimo blog responde –com a ajuda de Adghirni– a nove perguntas sobre o tal pleito venezuelano:

 
O PENSAMENTO DO CLUBE MILITAR PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Opinião

"VAMOS AOS NÚMEROS"

Por Gen Clovis Purper Bandeira, Editor de Opinião do Clube Militar, em 09 Dez 2015

O IBGE divulgou os números da nossa economia, relativos ao terceiro trimestre do ano de 2015.

Como esperado, todos os indicadores econômicos regrediram, consequência lógica do desgoverno petista dos últimos anos.

Assumindo o poder no início de um período de grande euforia econômica nos mercados mundiais, puxada pela exuberância das importações chinesas, Lula desperdiçou a maior parte deste rico capital político e econômico em medidas eleitoreiras e no abastecimento de "movimentos sociais" que lhe eram simpáticos. Tirou vantagem, ainda, dos resultados colhidos pelas medidas de saneamento econômico de FHC com o Plano Real.

 
O ANTAGONISTA PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 9
PiorMelhor 
Notícias

Resumo de notícias do site O Antagonista.

Acorde, STJ

O ministro Ribeiro Dantas, com suas manobras para sabotar a Lava Jato, vai acabar desmoralizando todo o tribunal.

Delcídio Amaral, na conversa gravada por Bernardo Cerveró, disse que José Eduardo Cardozo antecipou-lhe a decisão de Ribeiro Dantas de soltar Marcelo Odebrecht da cadeia.

Isso foi confirmado pelo próprio Delcídio Amaral à PF:

"Houve comentário por parte dele (Cardozo) no sentido de que possivelmente haveria decisão favorável a Marcelo Odebrecht, em habeas corpus que tramitava no STJ".

Cuidado, ministros: o STJ já se tornou um caso de polícia.

 
Carta do Vice-Presidente Temer a Presidente da República PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 
Política

São Paulo, 07 de Dezembro de 2015

Senhora Presidente,

"Verba volant, scripta manent".

Por isso lhe escrevo. Muito a propósito do intenso noticiário destes últimos dias e de tudo que me chega aos ouvidos das conversas no Palácio.

Esta é uma carta pessoal. É um desabafo que já deveria ter feito há muito tempo.

Desde logo lhe digo que não é preciso alardear publicamente a necessidade da minha lealdade. Tenho-a revelado ao longo destes cinco anos.

Lealdade institucional pautada pelo art. 79 da Constituição Federal. Sei quais são as funções do Vice. À minha natural discrição conectei aquela derivada daquele dispositivo constitucional.

 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

Página 6 de 113
Free premium joomla themes designed by Lonex.