Últimos artigos arquivados
O ópio do povo PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 
Opinião

Por Carlos Alberto Da Cás*

O escritor, filósofo, crítico literário italiano Umberto Eco, traduzido em mais de quarenta idiomas, autor do clássico "O Nome da Rosa", lançou outro bom romance -"Número Zero", que já é um sucesso, e deu uma interessante entrevista à Veja. Aludiu, sobre a dimensão decorrente de um seu recente comentário, onde disse que a internet dá voz a uma multidão de imbecis. Esclareceu que não estava falando quanto ao caráter das pessoas; tratava-se das redes sociais: tem muita gente que passa a opinar a respeito de temas que não entende e isso navega como uma nuvem em tempo adverso. Enfim, sugere que é preciso filtrar, refletir e distinguir os dados. Hoje a escola deveria ter como matéria a análise sobre fontes e conteúdo na rede, essencial para os instigantes desafios desses novos tempos. Até os jornais e televisão são vítimas dessa praga resistente da má informação.

 
A crise tem nome: Lula PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Opinião

Por Marco Antonio Villa*

Seu protagonismo impede uma solução para a crise. Ele aposta no impasse como único meio de sobrevivência política

Lula voltou a ser o principal protagonista da cena política brasileira. No último mês, não teve um dia sequer em que não ocupasse as manchetes da imprensa. Viajou pelo Brasil — sempre de jatinho particular, pago não se sabe por quem — e falou, falou e falou. Impôs uma reforma ministerial à presidente, que obedeceu passivamente, como de hábito, ao seu criador. Colocou no centro do poder um homem seu, Jaques Wagner, para controlar a presidente, reestruturar o pacto lulista — essencialmente antirrepublicano — com o Congresso e o grande capital e, principalmente, para ser um escudo contra as graves acusações que pesam sobre ele, sua família e amigos.

 
Cuba e a Vontade de Latir PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
Esclarecimentos

Em 1960, numa reunião da OEA realizada em Montevidéu, o então Ministro do Planejamento de Cuba, Che Guevara, disse que em uma década Cuba superaria a renda per capita dos EUA.

Cuba era, na época, o terceiro país mais rico da América Latina. Hoje, é o terceiro mais pobre. Seus cidadãos são os que têm a pior alimentação e são usados como itens de exportação, como agora se verifica no Brasil com o chamado Programa Mais Médicos. Sobre isso, recorde-se que em 1994, em Cuba, cerca de 75 mil pessoas contraíram a doença neurite ótica e periférica, que é ocasionada por desnutrição crônica. Hoje, a Ilha produz menos açúcar do que em 1919 e os 11 milhões de cubanos que vivem na Ilha criam menos riqueza que o milhão de exilados radicados em Miami. Em toda a história do continente nenhum país jamais empobreceu de forma tão intensa e brutal como Cuba sob o socialismo.

 
Alertar é preciso! PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Opinião

É preciso cooptar ou denegrir as Forças Armadas para instalar um regime espúrio

Por Rômulo Bini Pereira*, em 08 nov 2015

"A farda não abafa o cidadão no peito do soldado!", General Osório

Vem sendo veiculada com frequência pela mídia a afirmação de que "as instituições de nosso país estão consolidadas e funcionando corretamente". E está sempre presente em debates de TV, artigos e reportagens porque é dita ou escrita num contexto de temas sobre o grave e vergonhoso momento por que passa o País. Trata-se de verdadeiro paradoxo, pois, se consolidadas e funcionando corretamente, a Nação não estaria convivendo com o que tem sido considerado o pior período da História nacional, em que se nota visível e crescente decadência moral e ética no campo interno e preocupante descrença externa quanto ao futuro do Brasil.

 
Os diplomatas, o ministro e o general PDF Imprimir E-mail
Opinião

Os diplomatas, o ministro e o general

General do Exército crítica Ministro da Defesa de fazer proselitismo político em prol do Partido Comunista do Brasil

Desde a criação do Ministério da Defesa (MD), tenho dito que a chefia desta pasta deveria ser confiada a um Diplomata. Continuo a pensar assim, apesar das duas experiências desastrosas que tivemos com José Viegas e Celso Amorim.

 
Conselho e realidade PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 
Opinião

Por Carlos Alberto Da Cás*

Diante das terríveis tragédias patrocinadas pela intolerância, a humanidade se manifesta. E inevitavelmente há a influência das tintas de cada pintor e suas raízes nessa aquarela multicolorida. Nesse cadinho circula tudo: interpretações pragmáticas, ideológicas, pessoais, religiosas, etc. Assim, o Papa Francisco, já criticado por tradicionais pela "ousada" modernidade, deu o seu conselho: criticou o fundamentalismo mas aconselhou o ocidente a não acender similares estopins e a perdoar. Fez o seu papel como líder religioso. Foi mais um bom conselho, mas o mundo rebelde infelizmente nem sempre houve a voz da razão ou da espiritualidade. Enfim, até nesses novos tempos ainda se mata em nome de Deus. Marx imaginou um mundo fraterno onde todos tinham tudo em comum. Porém a realidade transformou aquela utopia em cruéis tiranias. Mesmo diante dessa realidade histórica ainda há flertes com o socialismo, levando a inevitáveis fracassos sob estados intolerantes como a atual decadente Venezuela. Matizes desse tom incrustadas em outros países na América Latina legaram outras heranças malditas. A Argentina tenta acordar diante do sonífero peronismo e o Brasil do engodo da Década Perdida.

 
O "DEDINHO" DE FHC PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 4
PiorMelhor 
Política

O "DEDINHO" DE FHC

Por ocasião das eleições de 2014 NENHUM CANDIDATO, de qualquer partido, falou sobre:

1- Revogação do Estatuto de Desarmamento;

2- As criminosas demarcações de terras indígenas;

 
UM POUCO DE NOSSA HEROÍNA RACHEL SHEHERAZAD PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Diversos

Desde que se tornou conhecida em todo o país, há quase cinco anos, com um vídeo em que criticava o Carnaval, a jornalista paraibana Rachel Sheherazade não se esquivou de dar suas opiniões.

 
UM POUCO DE NOSSA HEROÍNA RACHEL SHEHERAZAD PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Diversos

Desde que se tornou conhecida em todo o país, há quase cinco anos, com um vídeo em que criticava o Carnaval, a jornalista paraibana Rachel Sheherazade não se esquivou de dar suas opiniões.

 
A FÁBULA DOS GATOS PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 7
PiorMelhor 
Diversos

Por Aristides Athayde*

Um fazendeiro plantava milho e o armazenava no paiol. Com o milho, o fazendeiro alimentava as galinhas, os cavalos, as vacas, e todos os outros bichos da fazenda. Os bichos da fazenda, por sua vez, garantiam ao fazendeiro o seu sustento.

 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

Página 9 de 113
Free premium joomla themes designed by Lonex.